domingo, 29 de maio de 2011

A CAUSA PRIMARIA

Nilma é uma moça alegre, educada e bem disposta. Desde o ano de 2000, mora em Goiania, exercendo a função de diarista, e por ser uma profissional qualificada e dedicada, seus serviços são muito requisitados. Tudo ia muito bem para Nilma, até que há cinco anos começou a sentir fortes dores de cabeça.  No início os analgésicos solucionavam o problema, mas com o passar do tempo as crises se tornaram mais frequentes atrapalhando seu desempenho profissional. Nilma procurou um medico e, após vários exames constatou-se uma  "sinusite". Com a disciplina que lhe era peculiar, seguiu todas as orientações, que lhe fora ordenado, e o  tratamento foi um sucesso. Quando parecia que tudo havia retornado ao normal, as dores voltaram e, cada vez mais intensas. Novas consultas, novos exames, novos remedios, porém, a infecção assim como as dores iam e vinham com muita constancia. Diante desta realidade a vida de Nilma tornou-se um suplício. O sorvete que tanto amava foi totalmente suspenso; as bebidas geladas idem. Ventilador, ar condicionado, os passeios noturnos, nem pensar. A doença havia escravizado Nilma, pois remedios e cuidados se constituiam em simples paliativos; e quando já estava perdendo a esperança um medico lhe aconselhou fazer um "paralelo" entre o trabalho e as crises da sinusite. Ao seguir o conselho Nilma observou que após a limpeza da estante de livros usados de um determinado cliente a dor acontecia. Bastou mais alguns poucos exames para o médico concluir que a infecção de Nilma, tinha como CAUSA PRIMARIA uma alergia cusada por um tipo de fungo presente na poeira acumulada nos livros usados. Hoje Nilma está curada e feliz pois recebeu as "chaves" que abrem as algemas que lhe aprisionavam. 
Assim, como para as doenças fisicas, também para as doenças da alma existe uma CAUSA PRIMARIA.
Nos dias atuais aconselha-se como tratamento, varios tipos de comportamento, muitas formas de renuncia, e muitos rituais, muitos sacrifícios; porém, todos só conseguem amenizar a crise.
Ler a Biblia, ir a igreja, ser batizado nas águas, fazer campanhas de oração, contribuir com ofertas e dizimos, ter uma vida correta, cuidar bem da familia, doar cestas basicas, fazer jejum, e outras mais, são atitudes maravilhosas, mas não cura a doença. Nenhuma dessas atitudes citadas ou qualquer outra que for tomada pode levar alguém a DEUS. O único tratamento, a primeira e única atitude, é a CONSCIENTIZAÇÃO de que´sómente a GRAÇA oferecida pelo PAI, através da obra do FILHO na cruz, é capaz de eliminar a CAUSA PRIMARIA de todas as enfermidades.
"Medo", "angustia", "ira", "desejo de conquista", "paixão", "depressão", "sede de poder", "sonhos materias", "competições", etc, possuem uma só CAUSA PRIMARIA :  PECADO .
Se no "jardim do Éden" o homem não houvesse se rebelado contra a determinação de DEUS, não seria necessario  Biblia, Igreja ou Batismo. Seríamos saudaveis de corpo, alma e espirito.
O PECADO É A CAUSA PRIMARIA DE TODOS OS MALES E DE TODAS IMPUREZAS.
Reflita sobre isso, e faça dessa reflexão o primeiro pensamento, e a primeira atitude.

0 comentários:

domingo, 15 de maio de 2011

O DENOMINADOR COMUM - TERCEIRA PARTE

Nesta terceira e ultima parte do artigo, será mostrado a preocupação de mais três lideres e, também haverá um comentário conclusivo.
5= O bispo HWA YUNG, da igreja metodista da Malásia diz que sua maior preocupação está no fato de que a maior parte dos "liberais", nega o Sobrenatural tanto na Bíblia quanto no presente. Por outro lado, os "não liberais" costumam defender com unhas e dentes a presença do Miraculoso nas escrituras, mas raramente associando-a com a vida real.
6 = Para o pastor assembleiano e professor universitario NELSON GERVONI, membro do "movimento evangelico progressista" em Campinas-SP, a principal preocupação é que a Assembleia de Deus perdeu sua caracteristica de comunidade simples, tornando-se uma das denominações mais ricas do Brasil, e com uma disparidade muito grande na aplicação da arrecadação. No geral, os pastores regionais e distritais recebem um salario muito alto, enquanto os pastores simples das periferias experimentam "provações e apuros financeiros". Há também, a hereditariedade do poder nas esferas regionais, onde normalmente os lideres são substituidos pelos filhos ou parentes proximos (FAMILIOCRACIA). Esse problema, juntamente com a centralização economica e a falta de transparencia financeira, que são proprios das instituições contaminadas pelo abuso do poder, pela ganancia, pelo nepotismo etc, propicia o receio de que a maior denominação evangelica brasileira deixe de ser ASSEMBLEIA DE DEUS, e se torne ASSEMBLEIA DOS HOMENS.
OBS:  o receio do pastor Nelson, tornou-se praticamente uma realidade na 40ª AGO de Cuiabá, no momento do discurso do pastor  Samuel Camara. < o video está na internet >.
7= Para SERGIO DARIO C. SILVA, do Seminario Presbiteriano Renovado de Anapolis-GO, a falta de seriedade no trato do sagrado, é a maior preocupação. Ele diz que hoje é comum vermos ministros e lideres eclesiasticos lidando com o sagrado de forma irresponsavel. Há pregadores que profanam a mensagem do santo evangelho de Cristo, adequando-o aos seus interesses corruptos, visando a auto promoção. Pastores, que usam a fé dos irmãos mais simples, para escravisá-los, pois o proposito é saquear e despojar esses irmãos para manter os proprios gastos pessoais. Lideres que transgridem as leis divinas e induzem outros a fazer o mesmo!
CONCLUSÃO: a gritaria dos sete preocupados citados no artigo da revista Ultimato, e com certeza de todos os preocupados da terra, se resumem a uma unica causa, ou o denominador comum: "o analfabetismo bíblico" predominante no seio do cristianismo. Há um grupo de "lideres espertalhões" e "mal intencionados", mas em contraposição, há também um grupo bem numeroso de lideres "bem intencionados" mas sem "o conhecimento bíblico". Se os dois grupos conseguem fazer sucesso e arrebanhar multidões, o fato está alicerçado exclusivamente no "analfabetismo bíblico" dos cristãos denominacionais, tanto católicos romanos, quanto evangélicos. 
Diante dessa realidade trágica, é necessário que haja um "super esforço" no sentido de que os cristãos venham a ter o desejo de estudar a BÍBLIA, despidos de conceitos e preconceitos, para que possam enfim compreender que a doutrina a ser seguida é a dos "apóstolos de Cristo" e, não a dos "apóstolos e papas denominacionais".
LEMBRETE: ENSINAR OU INSTRUIR PESSOAS SOBRE COMO ENTENDER A BÍBLIA, É ALGO INSERIDO NA PRÓPRIA BÍBLIA, ( "e, correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: entendes porventura, o que está lendo? O mordomo-mor de Candace respondeu: pois como posso entender, se alguém não me ensinar? E rogou a Filipe que subisse e com ele se sentasse. Atos 8. 30 a 31"). PORÉM INSTRUIR OU ENSINAR PESSOAS USANDO A BÍBLIA PARA "FAZER" SEGUIDORES É DEMONÍACO.

0 comentários:

domingo, 8 de maio de 2011

O DENOMINADOR COMUM - SEGUNDA PARTE

DANDO SEQUÊNCIA AO ESTUDO SOBRE O ARTIGO DA REVISTA ULTIMATO : "A GRITARIA DOS PREOCUPADOS" MOSTRAREMOS NESTA SEGUNDA PARTE AS PREOCUPAÇÕES EXPRIMIDAS POR MAIS TRÊS LIDERES.
3= O pastor Marcos Schmidt, da igreja Luterana do Brasil em Novo Hamburgo - RS, declara que a grande missão da igreja sempre será: semear e não ceifar, evangelizar e não moralizar. Ele lembra as palavras enfáticas de JESUS CRISTO na parábola do trigo e do joio "quem semeia a boa semente é o Filho do Homem. O terreno é o mundo; a boa semente são as pessoas que pertencem ao reino; o joio são as que pertencem Maligno; o inimigo é o próprio Diabo; a colheita é o fim dos tempos; e os que fazem a colheita são os anjos (Mt, 13.37-39). Porém a maneira como muitos estão enunciando a verdade bíblica, transformam o evangelho em mentira, pois desobedecer ao imperativo da parábola de JESUS CRISTO significa "arrancar o trigo em vez de colhê-lo; é semear o odio no lugar do amor; é ensinar a injustiça no lugar da justiça; é proclamar a lei no lugar do evangelho".
4= O teólogo equatoriano porta-voz da "missão integral", René Padilha chama de problema fundamental das igrejas, a ênfase exagerada no crescimento numérico. Ele diz: " em nome desse crescimento, o evangelho é diluído, os cultos são transformados em entretenimento e o mandamento de Jesus sobre fazer discípulos é substituido por uma estratégia de alistar o maior número possível de convertidos às fileiras das instituições religiosas".
OBS: DESDE A ÉPOCA DO ANTIGO TESTAMENTO, JÁ HAVIA UMA PREOCUPAÇÃO COM A SOBERBA E A VAIDADE PROPORCIONADA PELOS NÚMEROS. POR FAVOR LEIAM O CAPITULO 6 ( SEIS) DE JUÍZES, E O CAPITULO 21(VINTE E HUM) DO PRIMEIRO LIVRO DAS CRONICAS.
5= O bispo Hwa Yung, da igreja metodista da Malasia, diz que sua maior preocupação é: "a maior parte dos liberais nega o sobrenatural, tanto na Biblia como no presente. Por outro lado, os não-liberais costumam defender com unhas e dentes a presença do miraculoso nas Escrituras, mas raramente associando-a com a vida real. Para ele, há uma necesidade de uma 'REFORMA' no seculo 21, a qual buscará reinserir o sobrenatural no coração do cristianismo, cujo resultado será não apenas  uma teologia bíblica mais saudavel, mas também uma igreja missional mais poderosa.

0 comentários:

sábado, 7 de maio de 2011

O DENOMINADOR COMUM = PRIMEIRA PARTE

A revista Ultimato, numero 382 < Janeiro-Fevereiro 2011> publicou na pagina 62 um artigo especial com o titulo de "A gritaria dos preocupados: prenúncios de uma reforma interna". [ é importante que se leia o artigo na integra. O mesmo está disponível no site da revista]. No artigo, sete lideres cristãos, de diferentes pontos geográficos, exprimem suas preocupações com o cristianismo atual e, no cerne dessas preocupações há a predominância de um único fator, "um denominador comum", como será visto após o conhecimento das preocupações de cada um dos sete lideres.
1- O pastor J.C.Peres da igreja Metodista de Tucuruvi - SP, através da pergunta: "somos ou não somos de certo modo prisioneiros de nossa estrutura eclesiástica?", sugere que, de alguma forma, os presbiterianos são muito dependentes de Calvino; os metodistas de Wesley; os luteranos, de Lutero; e assim por diante. Seguindo a linha de análise do pastor Peres, pode-se acrescentar: < no que tange a interpretação bíblica, e em todos os assuntos teológicos, os cristãos atuais são profundamente e sistematicamente dependentes da posição de um líder "maior" (cada igreja tem seu próprio papa).>  Sempre é bom lembrar que a Bíblia não aprova esta conduta. Em 1ª Corintios 1- 10 a 12, o apostolo Paulo diz:  "Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer. Pois a vosso respeito, fui informado, pelos da casa de Cloe, de que há contenda entre vós. Refiro-me ao fato de cada um de vós dizer: EU SOU DE PAULO, E EU, DE APOLO, E EU, DE CEFAS, E EU, DE CRISTO".

2- O pastor Renato Cordeiro de Sousa, da 1ª igreja Batista de Teresópolis-RJ, diz que sua preocupação é com os "cristãos insuportavelmente espirituais". No contexto geral, ele mostra a grande ênfase que é dada a títulos, a espiritualidade constituída de frases feitas e chavões evangélicos, e logicamente a santidade declarada pela maioria dos ocupantes dos púlpitos. Ele diz: "Tenho aversão a crentes espirituais que colocam seus diversos títulos à frente. Esse tipo de crente, é mais conhecido por seus títulos do que  por sua vida."

0 comentários:

Blogger Template by Clairvo